segunda-feira, 2 de março de 2009

Fad Gadget “Ricky’s Hand”

Fad Gadget (Frank Tovey) foi um dos principais influentes no movimento da vanguarda electrónica e do New Wave no inicio dos anos 80, juntamente com os Cabaret Voltaire, Human League e os The Normal.
A sua música é conhecida pelos sintonizadores e pela utilização de alguns objectos, tais como garrafas, martelos, moto-serras e etc. É também conhecido por ser um pouco sarcástico, bem-humorado e que transmite nas suas letras um pouco de tudo isso.
Apresenta-se ao vivo coberto de alcatrão e penas, estando quase sempre entre a plateia. Tovey também é conhecido pela apresentação em palco espalhando creme de barbear no seu corpo nu, que é essa imagem que está na capa do “The Best Of”.
Foi várias vezes retratado como o talentoso Dr. Who do electro-pop.
Vince Clark um dos fundadores dos Depeche Mode, Erasure e Yazzo, referia Frank Tovey como uma grande influência na sua música. New Order e os Pet Shop Boys são outras bandas a citar essa influência.
“Back to Nature” foi o primeiro single que Fad Gadget lançou em 1979, seguindo o primeiro álbum “Fireside Favourites” em 1980.
Seguiu-se “Incontinent” em 81, “Under the Flag” em 82 e por fim o excelente álbum “Gag” em 84.
Frank Tovey segue depois por um caminho mais experimental, pelo seu próprio nome, que ainda em 84 lança “Easy Listening for the Hard of Hearing” com Boyd Rice.
A sua carreira musical termina em 92, voltando depois novamente em 2001 pelo nome Fad Gadget que se juntou aos Depeche Mode numa tournée.
Tovey que já tinha problemas cardíacos desde a sua infância, morre em Abril de 2002.
Ele estava a trabalhar num novo álbum na altura da sua morte.

Fiquem com “Richy’s Hand” o 2º single da carreira de Fad Gadget e que está disponível no The Best Of de 2001 e que vale a pena adquirirem para quem não conhece.

video

2 comentários:

Luis Baptista disse...

Fad Gadget, multifacetado e duma qualidade tremenda, pena que tbem já tenha desaparecido.

Spark disse...

Ultimamente tenho ouvido bastante e cada vez aprecio mais.
É sem dúvida uma pena que ele já tenho morrido, ainda por cima estava a iniciar um novo trabalho. Fica a recordação merecida deste excelente musico!