segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

Morphine “Cure for Pain”

Este é sem duvida um dos meus álbuns favoritos dos Morphine e onde começou o meu 1º contacto com a banda.
“Cure for Pain” é segundo álbum e foi talvez aquele que agarrou a maioria dos fãs e que fez tornar os Morphine uma principal referencia nos anos 90.

Mark Sandman construiu nos Morphine influências de Jazz e blues e deu ainda um clima evolvente e hipnótico. A voz grave de Sandman e o seu baixo dominante com apenas 2 cordas, o Saxofone inconfundível de Dana Colley, a bateria evolvente de Jerome Dupree, fizeram algo mitológico na banda.
Este álbum é uma prova da excelente qualidade e extremamente recomendado.

Um bom conjunto de músicas viciantes tais como “Buena” que é um dos clássicos da banda e que mostra um bom duelo entre a voz de Sandman e o saxofone.
“Thursday” uma das minhas músicas favoritas deste álbum e uma das mais dançantes juntamente com a "Mary won´t you call my Name", enquanto “Candy” uma musica mais calma que fala do amor doentio e a separação.
"Sheila" e "In Spite of Me" outros 2 grandes temas e que também foram músicas que entraram na banda sonora do filme Spanking the Monkey de 94.
O disco acaba com “Miles Davis Funeral” que é uma pequena homenagem a esse grande mestre do jazz.

“Cure for Pain” 1993 (Rykodisc)

Deliciem-se então com “Buena” e “Thursday”.

Buena


Thursday


10 comentários:

André Leão disse...

Um grande álbum... E candy é a cereja em cima do bolo... :)

Spark disse...

Sem duvida ;)

roserouge disse...

Adoro os Morphine, pequeno! Só não os vi em 99 quando cá vieram à Praça Sony, porque estava em Londres. Passados 2 dias, o homem teve a insasatez de morrer em cima do palco em Roma. Que coisa, hein? Olha se tivesse sido cá...eu não teria visto na mesma. Para um artista, morrer em cima do palco deve ser a tal cereja em cima do bolo. Não?!

Smootha disse...

Thanks pela visita.
Corri o teu blog na diagonal e gostei :)

Spark disse...

Rose infelizmente tive sempre a adiar a ida aos concertos deles até que a notícia da morte de Sandman foi uma prova da nobre frase “nunca deixes para amanha o que podes fazer hoje”. Mesmo assim já deixei escapar o Leonard Coen e entre outros já numa idade em conservação.

Smootha obrigado tb pela visita. ;)

Luis Baptista disse...

Boa banda com bons registos, pena o que aconteceu...

sofia disse...

Sem dúvida um grande, grande álbum, duma banda tão grandiosa quanto foram os Morphine!
A minha preferida fica-se pela Candy ;)

Spark disse...

Luis foi sem duvida uma grande perda e sem falar das hipóteses que tive para os ir ver e adiei sempre. Ainda hoje não me conformo.

Sofia, thx pela visita. ;)
Candy é sem duvida uma excelente musica numa obra fundamental dos Morphine. Mítico.

Corduroy disse...

Longas noites que perdia a ouvir este álbum. Era repeat atrás de repaeat. Álbum fabuloso... de uma banda fabulosa.
Ah... e faz parte do meu top 10 de albuns da minha vida.. :))

Abraço.

Spark disse...

Corduroy é um album que sem duvida tambem faz parte da minha discoteca ideal. ;)

Abraço