quinta-feira, 18 de dezembro de 2008

Os melhores de 2008

Resolvi fazer um balanço dos melhores álbuns deste ano.
Fiz então duas listas com a quota de minha preferência de discos internacionais e nacionais.
Sinceramente também não achei os novos registos deste ano muito aliciantes, por isso baseei-me em discos onde tive mais afeição.
Mas claro podem sempre dispor a vossa opinião se concordam ou não e podem também dizer outros nomes que acham que era fundamental estar aqui adicionado, ok? Esta tabela pode estar sujeita a alterações.
As tabelas não têm ordem lógica de preferência, apenas coloquei de forma aleatória.

Então aqui vai:

*10 Álbuns Internacionais

Phoebe Killdeer “Weathers Coming…”
Devotchka "A Mad and Faithful Telling"
Nick Cave And The Bad Seeds “Dig Lazarus Dig!!!”
Sons & Daughters “This Gift”
The Walkmen “You & Me”
The Kills “Midnight Boom”
Joan as Police Woman “To Survive”
Hauschka “Ferndorf”
Ministry & Co-Conspirators "Cover Up"
Beck: Modern Guilt

*4 Álbuns Nacionais

Dead Combo “Lusitânia Playboys”
Kumpania Algazarra “Kumpania Algazarra”
Rádio Macau “8”
X-Wife “Are You Ready for the Blackout?”

Enquanto isso, coube a mim eleger os DevotchKa como o melhor álbum deste ano, achando que mais uma vez a banda soube mostrar a sua excelente criatividade com músicas bastante aliciantes.
Uma forma de comprovar isso deixo a apresentação do álbum “A Mad and Faithfull Telling”, em seguida a musica “Along the Way” ao vivo e “New World” que está apenas disponível para audição mas que é uma excelente musica.


Apresentação de "A Mad and Faithfull Telling"

"Along the Way" ao vivo

"New World"



Nota: Ainda podem ver o post ao comentário que fiz ao álbum "A Mad & Faithfull Telling".

5 comentários:

André Leão disse...

Excelente escolhas. mas de facto o 2008 foi fraquinho. Não houve assim nada de génio...

Spark disse...

Sim, concordo contigo.

Azelpds disse...

Escolhas interessantes. :)

Ainda tenho de organizar as minhas também (beca doente nestes dias bah), mas até existiram bastantes coisas em 2008 de que gostei. Ainda estou a digerir algumas até, que só descobri recentemente.

Vamos lá ver se este ano faço alguma ordem ou nem por isso, mas nenhuma das minhas escolhas é igual às tuas por agora. :D

Spark disse...

He he :)

Azelpds, estou curioso com a tua lista. ;) Este ano achei um bocado fraco, mas acredito que tenhas encontrado coisas interessantes, ouvi algumas coisas porreiras no teu blog… e as tuas melhoras.

Abraço

Azelpds disse...

Thx, nada que uns comprimidos não resolva. :p

O giro nisto é vermos depois as várias listas e observarmos os diversos lançamentos que até existiram, muitos que até nem fazíamos ideia. :)

Acho que a ideia de discos/músicas que mais gostámos, ou que tivemos afeição usando as tuas palavras, é a via que mais gosto de seguir também. Já o ano passado falei nisso, ao verificar muita coisa que deixei de fora que reconhecia que era bom, mas que não tiveram grande impacto a nível pessoal em relação a outras.