segunda-feira, 29 de junho de 2009

Pylon “Gyrate”

São bandas tão importantes como os Joy Division, Echo & The Bunnymen, The Sound, The Chameleons, New Order, entre outros, que faz de mim um seguidor assíduo do movimento Post-Punk.

Considero os Pylon uma referência fundamental, tanto para o Post-Punk como para o New Wave.
“Gyrate” talvez seja o álbum que mais se evidenciou na carreira da banda. Um disco inteligente e espantoso que 29 anos depois, continua a ser muito actual. Músicas que influenciaram muitas bandas, principalmente os R.E.M., que Michael Stripe refere como uma das mais importantes.

A voz agressiva de Vanessa Briscoe Hay, o guitarrista Randal Bewley (que faleceu recentemente), o baterista Curtis Crowe e o baixista Michael Lachowski, foram a equipa perfeita para criar um álbum histórico.

Um excelente conjunto de dez canções que me marcaram, tais como “Volume”, “Feast on my Heart”, “The Human Body”, “Gravity” e “Danger”.

Em 2007 houve uma nova reedição do álbum com o nome de “Gyrate Plus” e que conta com mais quatro músicas, duas delas “Cool” e “Dub”, foram os primeiros singles da banda em 79, mas não chegaram a integrar o “Gyrate”.

É merecido redescobrir esta banda!

Fiquem com “Danger”, uma das músicas que nunca me canso de ouvir.

video