segunda-feira, 15 de março de 2010

Black Rebel Motorcycle Club “Beat the Devil’s Tattoo”

Os norte-americanos Black Rebel Motorcycle Club continuam a embarcar no puro rock & roll e de forma sublime. “Beat the Devil’s Tattoo” leva-nos a uma viagem sonora alucinante através do rock psicadélico num dos melhores álbuns da banda, mesmo que haja criticas a referir o contrário, como a Pitchfork. Com Leah Shapiro (ex-Raveonettes), agora no lugar de Nick Jago na bateria, a banda ganhou uma nova energia e como afirmou o guitarrista e vocalista Hayes - "She's a reckless lover/With blood-stained hands/Around the neck of her helpless man."
Beat the Devil’s Tattoo” é mais ou menos uma simbiose da sonoridade mais electrizante de “Baby 81” (2007) e do blues de “Howl” (2005). Conseguiram com grande profissionalismo um resultado final brilhante.
O álbum foi gravado no The Basement Studio, em Filadélfia, o mesmo local utilizado nas gravações do disco mais folk/blues - “Howl”.

O disco tem momentos bastante agradáveis, a começar com a faixa que dá o título ao trabalho “Beat the Devil’s Tattoo”e que é simultaneamente o primeiro single de apresentação, caracterizando-se como algo hipnotizante. Somos posteriormente envolvidos pelo electrizante e arrasador “Conscience Killer”, seguindo-se um dos melhores momentos do álbum - “War Machine” que contem o que mais caracteriza os BRMC – a distorção das guitarras e uma pitada do psicadélico dos anos 70.
Sweet Feeling” é lindíssima e cheia de tristeza, enquanto “Evol”,é uma das músicas que inicialmente era para ser introduzida no álbum “Take Them On, On Your Own” (2003) e que agora foi inserida em “Beat the Devil’s Tattoo”. Um momento explosivo marca “Mama Taught Me Better”, enquanto de “Toll” leva-nos novamente a um estado de espírito mais calmo.
Shadow’s Keeper” é brilhante e inesquecível e “Long Way Down” brinda-nos com um ambiente à Beatles.

É um álbum cheio de músicas fantásticas, mesmo que alguns não concordem.
Tracklist:

1. Beat The Devil’s Tattoo
2. Conscience Killer
3. Bad Blood
4. War Machine
5. Sweet Feeling
6. Evol
7. Mama Taught Me Better
8. River Styx
9. The Toll
10. Aya
11. Shadow’s Keeper
12. Long Way Down
13. Half-State

Black Rebel Motorcycle Club “Beat the Devil’s Tattoo” (Abstract Dragon / Vagrant Records) - 9\10

Já está disponível o vídeo - “Beat the Devil’s Tattoo”.

13 comentários:

elsafer disse...

olá
bem ... mantendo a excelente perfomance de divulgação da musica.
é giro vê-lo, a tua orientação de divulgação musical, em parceria a banda desenhada.
públicos que se podem sobrepor , ou que se podem complementar, criando valor no seu conhecimento.

Spark disse...

É sempre bom ler as tuas opiniões. :)

Beijinhos

Rui Caldeira disse...

Pa . . só pelo trabalho que tens a procurar, a transcrever e a mandar tudo aqui pa dentro, mereces um Oscar ou algo parecido ahahah

grande abraço

Ritinha disse...

Tenho de espreitar este disco num futuro próximo...

Boa semana ó Spark!

Spark disse...

:P

Spark disse...

Igualmente Rita. ;)

Diogo disse...

eles andem aí ;O

Spark disse...

;)

cão sem raiva disse...

Do melhor, do melhor!
Não sei se poderei compará-los aos Alice in Chains... Para lá vão.
:)

liliana_lourenco disse...

Daqui a umas horas venho ver/ler com calma e ouvir as novidades.. :) **

Clara disse...

Adoro! :-D

Spark disse...

CSR, acho-os mais parecidos com uns The Jesus & Mary Chain ou com uns The Brian Jonestown Massacre, pelas influências mais psicadélicas. Enquanto à atitude, acredito que pareçam uns Alice in Chains. :) Abraço.

Liliana, és sempre muito bem-vinda! :)
Beijinhos

Clara, acho este álbum mto bom e na minha opinião, é uma boa proposta para este ano. E claro, tens um excelente bom gosto. :P
Beijinhos

Corduroy disse...

Eu gosto muito!!!