quarta-feira, 2 de junho de 2010

“Love & Theft” de Andreas Hykade

“And I'm still carrying the gift you gave, it's a part of me now, it's been cherished and saved, it'll be with me unto the grave and then unto eternity." (Bob Dylan)

A curta-metragem de animação - “Love & Theft” – do alemão Andreas Hykade, foi apresentada este ano no Festival Cannes. O autor das animações “The Runt” (2006), “The King is Dead” (1990) e entre outras, “Love & Theft”, não foge da estética dos seus projectos anteriores, onde predomina a metamorfose das personagens, uma influência nítida do pioneiro Emile Cohl. Uma forma visual com imagens distorcidas, rítmicas e alucinógenas, são o plano de fundo desta animação que vos aqui deixo.

5 comentários:

joaninha versus escaravelho disse...

Spark, não consigo ver... :(

Spark disse...

Vê lá se agora consegues :)

Manuela Coelho disse...

Pois, durante o dia não conseguia ver, também.
É muito giro, o ritmo rápido do seguimento das imagens é meio alucinógeneo. Mas o efeito visual é bastante agradável.

Beijo

elsafer disse...

um fluxos de traços, cores e desenhos aparentemente muito simples ( mesmo repetidos), que cadenciados exprimem a sonoridade , transformando a nossa percepção do som e das "palavras" musicais. tudo começa e acaba num ponto ...
muito bom

joaninha versus escaravelho disse...

Já vi. Obrigada. :)
Está interessante a forma como transmitiu a mensagem, mas achei-o um pouco repetitivo. :)
Tks!