segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

The Pogues “Run, Sodomy & The Lash”

Apesar de 6 das 12 canções serem retiradas da música tradicional irlandesa, “Run, Sodomy & The Lash” não deixa de ser um verdadeiro clássico da banda icónica irlandesa – The Pogues. É um álbum que faz recordar todo o ambiente de festa dos pubs irlandeses, dentro do típico folk dançante e galhofeiro que a banda de Shane MacGowan faz perfeitamente. Este disco também tem a marca de Elvis Costello na produção, com que casou depois com a baixista da banda - Cait O'Riordan – no ano seguinte.
A capa do álbum é inspirada na famosa pintura francesa de 1816 – A Jangada de Medusa – de Théodore Géricault, que representa um trágico naufrágio em 1816, a fragata "Medusa" ao largo da costa da África. Géricault escolheu para mostrar o brilho de esperança que move os náufragos morrendo, refugiados numa balsa, quando um navio está aproximando-se. O Argus salva 15 dos 149 homens a bordo da Medusa.
Não é por acaso que “Run, Sodomy & The Lash” é considerado por muitos críticos da música, como um dos melhores registos de sempre da banda, e aquele em que conseguiu ganhar um novo admirador – Tom Waits. É toda a envolvente de grandes temas, como a belíssima “Dirty Old Town”, passando por “A Pair of Brown Eyes” – uma das músicas que mais sucesso teve e que fala de um soldado mutilado na Primeira Guerra Mundial – e "The Old Mains Drag", que retrata a lenta decadência de um prostituto londrino, que fazem deste registo algo de extraordinário. A destacar também "The Sick Bed of Cúchulainn", "Sally MacLennane", "Wild Cats of Kilkenny" e "Billy's Bones". É um disco que indiscutivelmente marcou-me imenso e foi também por isso que ganhei uma enorme admiração por Shane MacGowan e pelos Pogues.

The Pogues “Run, Sodomy & The Lash” (Island Universal_1985)

Escrito por Ewan MacColl, deixo-vos com “Dirty Old Town”. Absolutamente apaixonante!



(Nota : Este tema é principalmente dedicado a ti, Carina)

3 comentários:

du disse...

excelente escolha, como sempre.
a dirty old town não será a minha favorita, mas é sempre bom ouvir pogues.

curiosamente, e fiquei muito surpreendido, ouvi pogues numa cidadezinha do interior alentejano (bem como dropkick murphy's). no porto tem que ser por pedido ou quase ninguém se lembra deles.

Spark disse...

Tb gosto de dropkick murphy's, mas tenho um carinho mto especial por os The Pogues :) Ainda tenho uma pequena esperança de os conseguir ver por cá. Enquanto aos dropkick murphy's, como acho que vão editar um novo álbum para o ano, era porreiro que fizessem uma visitinha ao nosso país. Vamos ver!

Já agora desejo-te um excelente ano, Du. ;)

Um grande abraço!

du disse...

Deste-me uma grande notícia, não sabia que iam lançar álbum! Com umas mudanças neste ano ainda não me consegui organizar o suficiente para andar a par disso.

Vindo cá, lá estaremos então. Quer para Pogues, quer para DKM.

Um abraço, e bom ano!