segunda-feira, 18 de abril de 2011

The Kills “Blood Pressures”

Disponível desde o dia 5, “Blood Pressures” é mais um disco a encaminhar-se para os melhores de 2011.
É já o 4º álbum dos norte-americanos The Kills e para os fundamentalistas, é a sequência do sedutor ruído dos registos anteriores. Uma discografia sólida, onde o rock de garagem e o blues formam a textura principal da sua sonoridade.
Blood Pressures” não traz assim nada de novo, sendo apenas evidente uma melhoria na sua execução, algo que Alison Mosshart e Jamie Hince já tinham tido esse cuidado no prodigioso registo anterior – Midnight Boom – de 2008. Atraente, intenso, poético, é aquilo que podemos sempre designar a qualquer registo dos The Kills, mas existe algo mais enérgico e memorável neste disco.
Há muito para sugerir em “Blood Pressures”, tal como a faixa de abertura – Future Starts Slow – e o single já mencionado – Satellite. Onze canções totalmente bem realizadas e belíssimas, que faz com que este álbum não mereça ser ignorado.

Tracklist:

01 Future Starts Slow
02 Satellite
03 Heart Is A Beating Drum
04 Nail In My Coffin
05 Wild Charms
06 DNA
07 Baby Says
08 Last Goodbye
09 Damned If She Do
10 You Don’t Own The Road
11 Pots and Pans

The Kills “Blood Pressures” (Domino Records) – 9.5/10


“Satellite”
é a primeira amostra de “Blood Pressures” e é com ela que vos deixo.



E para ouvir “Future Starts Slow”.

3 comentários:

liliana_lourenco disse...

Gostei desta faixa.

E bem vindo de volta. :)

Beijinhos!

**

O Homem Que Sabia Demasiado disse...

É um dos discos que tenho ouvido mais ultimamente. Muito bom.

Anónimo disse...

Obrigado pela banda.

Obrigado por teres voltado.

Cumps