segunda-feira, 8 de junho de 2009

Iggy Pop “Préliminaires”

Iggy Pop é um dos maiores influentes do rock e do punk e onde os seus discos retratam bem a sua energia.
De “Préliminaires” não se pode dizer o mesmo, já que foge descaradamente ao que fez anteriormente. Ao ouvir Iggy Pop dizer que tinha ficado um pouco farto do rock que se fazia actualmente, e que ia seguir caminhos mais para o jazz, foi algo que me deixou completamente surpreso. Não via Iggy Pop a fazer um disco com influências jazz, que até se podia achar algo estranho, ou talvez não.

Aquilo que pensei que iria ser o maior fiasco da carreira de Iggy, tornou-se numa agradável surpresa. Acho que construiu um bom disco, de momentos e de texturas muito calmas.

Iggy Pop começa o disco com o clássico “Les Feuilles Mortes” de Edith Piaf, que traz uma versão interessante pela sua voz mais melancólica.
“How Insensitive” foi outra versão interessante e de grande qualidade que Iggy fez de “Insensatez” de Tom Jobim.
O primeiro single “King of the Dogs” refere “como é bom ser um cão, de que forma é melhor que a vida humana” e traz traços de jazz ao estilo Nova Orleães.
Outros momentos como “Je Sais Que Tu Sais”, Spanish Coast” e “He's Dead/She's Alive” fazem de “Préliminaires” um disco muito agradável.

Não esquecer também a capa do disco, que foi desenhada pela iraniana Marjane Satrapi, a autora da animação “Persepolis”.

Renasce um disco com alma.

Tracklist:

1. Les Feuilles Mortes
2. I Want To Go To The Beach
3. King Of The Dogs
4. Je Sais Que Tu Sais
5. Spanish Coast
6. Nice To Be Dead
7. How Insensitive
8. Party Time
9. He's Dead/She's Alive
10. A Machine For Loving
11. She's A Business
12. Les Feuilles Mortes (Marc's Theme)

“Préliminaires” (Astralwerks, Virgin) – 8,5/10

Vejam então o primeiro single "King of the Dogs"

4 comentários:

paletadesonhos disse...

vi hoje no Youtube , atraves do blog do escritor Valter Hugo Mãe " casadeosso", uns videos desta sua nova aparição.. interessante como a idade trás novos desafios e construções de projectos bem criativos

Spark disse...

Ainda bem que apostou num projecto diferente! Era importante uma mudança na sua carreira e acho que o conseguiu de forma segura.

BJ

paletadesonhos disse...

;)

Clara disse...

Sim, já era altura de apostar nu projecto diferente, mas espero que o Sir Iggy Pop mantenha a mesma irreverência...

Beijinhos