sexta-feira, 7 de maio de 2010

Animal Farm (1954)

Dirigido por Joy Batchelor e John Halas,Animal Farm” (Triunfo dos Porcos), da famosa obra de George Orwell, foi adaptado para o cinema em 1954. O filme foi a primeira longa-metragem de animação produzida na Inglaterra.

"Brilhante... Animação enérgica e mordaz."
THE NEW YORK TIMES

Sinopse:

A obra de George Orwell narra a história do fazendeiro Jones, um homem alcoólatra e cruel, que escraviza os seus animais. Revoltados com o seu proprietário, os animais organizam-se e tomam posse das terras, passando a controlar o lugar e decretando uma série de novas regras. Os porcos no entanto, querem uma sociedade ideal por meio da opressão, o que faz surgir uma nova revolta.



Nota: Enquanto não resolvo o problema da incorporação do filme, passem por aqui para o ver. Obrigado e desculpem.

6 comentários:

Manuela Araújo disse...

Vi uma animação de "O Triunfo dos Porcos" há muitos anos (na televisão), talvez seja a mesma. Não cheguei a ler o livro, mas pela animação deu para ver que se tratava de uma forte crítica à sociedade e ao sistema.

Spark disse...

Manuela, tudo indica que seja esta a animação que viste na televisão. “Animal Farm” era uma sátira à revolução soviética. Em praticamente toda a obra de Orwell, ele escrevia directamente e indirectamente, contra o totalitarismo e a favor do socialismo democrático.

BJ

continuando assim... disse...

excelente :)

bj
teresa

Manuela Coelho disse...

Ao rever o filme lembrei-me da "Fuga das Galinhas", que conta a história de um bando de galinhas que se unem e resolvem escapar do galinheiro no qual estão aprisionadas.É um filme belíssimo. Mas o argumento deste é muito melhor, alias é fabuloso.

Manuela Araújo disse...

Spark
Do George Orwell apenas li o 1984, e deu para ver o que ele pensava da ditadura soviética, transportando-a para o futuro. No caso do filme baseado no Triunfo dos Porcos, fica-se com a impressão (não o revi agora) que o mal não é só de alguns, é da humanidade em geral: as ditaduras reproduzem-se...

Spark disse...

Concordo inteiramente :)